Another, anime de terror foda?


Então, vamolá. Another foi publicado em 2009 como folhetim - light novel/ranobe - lá no Japão, é do gênero mistério e horror e foi escrita pelo Yukito Ayatsuji; ele ganhou versão animada em 2012 pela P.A. Works - fucei no estúdio e não conhecia nenhum dos outros trabalhos, mas é um estúdio recente. Beleza, tocamos o bonde. 

Minha experiência com Another foi pelo anime, 12 episódios em que eu assisti em 1 dia e meio para acabar, então sim, ele te prende. O anime é de horror com temática espiritual, então preparem-se.


26 anos atras, havia um aluno chamado Misaki Yomiyama na escola Yomiyama Norte, que estudava na sala 3. Um estudante honorário, também era bom em esportes, Misaki era muito popular entre seus colegas e até os professores tinham afeição por ele. Quando Misaki morre inesperadamente, a classe 3-3 decide continuar agindo como se ele ainda estivesse vivo. Contudo, quando a foto da graduação da sala foi tirada, eles viram na foto alguém que não deveria estar lá: Misaki, o estudante “extra”. - WIKIPÉDIA

ATENÇÃO, SPOILERS EM TODO O LUGAR
A partir desse tal ano, uma maldição cai sobre esta sala e sempre haverá um aluno extra dentro da sala, um aluno que estará morto mas que as pessoas o enxergam e o encaram como se não tivesse morrido; porém, isso não acontece porque eles QUEREM, mas sim porque todas as mentes são alteradas para esquecerem que essa tal pessoa morreu. Porém, o grande problema é que com isso várias e várias pessoas - dentre elas, os alunos ou seus parentes mais próximos - tem a chance de morrer enquanto estiverem dentro da cidade, o que faz com que todos da sala entrem em pânico até - talvez - a morte. Daí criou-se um método de ignorar um aluno da sala, fingindo que este não existe para que o "aluno extra" não seja notado e supostamente eles estejam enganando a morte, o aluno é escolhido de modo aleatório ou não.

Temos como protagonista o jovem Sakakibara Kouichi que acabou de se mudar para esta Yomiyama, ele era de Tokyo, e vai estudar na classe 3-3, sua tia materna é professora lá - E JÁ COMEÇA O PROBLEMA DAÍ - e já foi da classe 3-3 assim como sua irmã e mãe de Kouichi (que já faleceu, mas aparentemente não por conta da classe 3-3). Ele entra na escola e ninguém quer conta-lo o que acontece alí e porque ninguém fala com uma aluna esquisita, a Misaki Mei. Aos poucos ele descobre que Misaki não é morta, mas é apenas a aluna escolhida para ser ignorada. Por Kouichi não ignorá-la, as mortes começam a acontecer, mas próximo do fim, descobrimos que Misaki possuia uma irmã gêmea que já havia morrido antes de Kouichi chegar, ou seja, a culpa não era de Misaki nem de Sakakibara, então ignorar uma mesa da sala de aula não estava sendo o suficiente desta vez. 

Misaki possui um olho de boneca, pois teve uma doença muito forte na infância e a mãe - artesã de bonecas (e meio esquisita) - lhe coloca um olho falso. Este olho faz com que Misaki veja além do que vemos, e ela é capaz de ver quando uma pessoa está mais ou menos próxima da morte........... MAS VOCÊ SÓ DESCOBRE ISSO NO FIM, QUANDO VOCÊ DESCOBRE QUE ELA JÁ SABE QUEM É A TAL PESSOA EXTRA. Enfim, continuando, aos poucos você vai duvidando se Sakakibara está realmente vivo, pois há uma aluna, a Akazawa Izumi que já o encontrou antes mas ele não se lembra. Os alunos vão morrendo e é então que eles descobrem que a turma da irmã e da tia de Sakakibara conseguiu acabar com a maldição naquele ano, e vão atrás dessa pessoa; essa pessoa diz que havia gravado uma fita mas que já não se lembrava nem onde estava e nem o que havia ocorrido direito - fazia parte da maldição as pessoas esquecerem dela no fim do ano.

Com muito custo eles descobrem onde estava a fita e o que fazer quando se descobrisse quem era o morto ressuscitado, mata-lo para por fim na maldição daquele ano. O problema é que toda a sala começa fica sabendo disso e num ato de desespero, depois de muitas mortes, eles começam a se matar e vira um cenário apocalíptico em um hotel de viagem. E é nesse hotel e nesse cenário apocalíptico que você descobre algumas várias coisas: A. Misaki sabe quem é o morto e é tão fria que não conta; B. A tia de Sakakibara e a professora Reiko são a mesma pessoa e C. Como você teria ficado muito mais empolgado se o A e B fossem resolvidos.

Reiko em casa / Reiko na escola

Tudo isso porque a Reiko diz ao Sakakibara 3 regras da sala e a terceira e mais importante é "Não misture vida pessoal com a vida escolar", frase que você fica procurando sentido até o fim. Não sei se no mangá também houve esse problema mas Reiko dentro e Reiko fora da escola tinham shapes muito diferentes - e cores de cabelo diferentes também - e isso faz com que você não perceba as evidências chegando. Perguntei para amigos que assistiram, e eles disseram que só perceberam ser a mesma pessoa no fim também, ou seja, não fui eu a única sem entender. Isso porque a "aluna extra" era na verdade a própria professora, que na verdade era professora adjunta, cargo que havia sido inventado aquele ano, ou seja, uma cadeira a mais na sala dos professores e não nos alunos. Porém, Misaki saber disso e não contar é um balde de água fria porque né... mesmo com as justificativas dela, não me convenceu e fez o anime perder força.

A sacada e a pegada do anime são muito bacanas, mas a Misaki com o fato de não ajudar faz com que você perca a energia no fim - pelo menos é só no ultimo capítulo - e aí fode. Por esse motivo eu fiquei muito desapontada, apesar dele ser muito bacana nos demais pontos - É AQUELE PONTO CRUCIAL QUE FODE, NÉ?!

Se vale a pena assistir? VALE SUPER, mas agora você já sabe o fim, né? Mas não liga, tem MUITO plot twist que eu não contei aqui e que é demais!

NOTA. 7-10

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.