Header Ads

Se eu tivesse 2 intercâmbios no currículo...


Eu estava numa entrevista de trabalho e era aquelas dinâmicas de grupo... todos tinham que se apresentar, cada um com seu power point... e bem, eu era uma das últimas.

Me mantive calma todo o período, fui ouvindo e comentando com aquelas pessoas que tinha acabado de conhecer que fulano ou ciclano se saíram muito bem. Uma garota muito gentil estava na minha frente e estava extremamente nervosa; eu dizia a ela para que se acalmasse, pois se aquela vaga fosse para ser dela, então seria... as palavras dela exatas foram "Nossa, queria ter essa sua calma." e eu respondi que aquilo era só por fora, mas que eu estava procurando ficar bem.

Por fora...

Por fora porque conforme aquelas apresentações iam passando, eu fui vendo um pouco da vida de cada uma daquelas pessoas que tinham basicamente a minha idade, ou até mais novos e... bem, era assustador.

Não era assustador porque eles eram melhores que eu ou coisas do tipo, não acredito nisso. Mas, de uma sala de 25 pessoas, 21 tinham ao menos 2 intercâmbios em suas histórias. Fotos lindas, bilíngue ou trilíngue, tinha gente até poliglota. Pessoas que haviam acabado de sair da adolescência. Cara... eles tiveram adolescência. Do México à Israel, os mais diversos lugares, os mais diversos trabalhos voluntários e estudos...

Meu inglês não é tão bom. Tenho 21 anos e gostaria de viajar alí pra Minas Gerais mas tô sem grana. Não faço a mínima ideia de quando vou conseguir acabar minha faculdade porque eu preciso trabalhar e... eu nunca fiz um intercâmbio.

Aquelas histórias eram tão felizes e tão, nossa, histórias de vida recém-adolescentes que chegava a me... a me cansar. Não tinha mais paciência para ouvir aqueles trabalhos voluntários, aquelas pessoas que nunca haviam trabalhado e não sentiam peso na consciência por isso, e muito menos tinha paciência para ouvir que o maior desafio para alguém foi morar na casa de uma família estrangeira.

Eu era uma garota com 21 anos alí que se eu fosse colocar a minha vida no power point eu colocaria que eu tive que decidir a minha vida com 14 merdas de anos, abdiquei da minha adolescência para conseguir construir meu futuro, sumi da vida das minhas 2 melhores amigas, fui embora de casa para um estado desconhecido, fui expulsa injustamente de 3 casas e ainda sou obrigada a ouvir que sou uma "estudante de cinema vendida" porque eu tento trabalhar com televisão... ah, e não tenho dinheiro para viajar para a merda do estado do lado para conseguir sumir do mundo porque eu cansei!

A questão é que eu vi ali que eu não tenho 21 anos... e se eu tenho, que eu tenho 21 anos muito mal vividos... porque ao contrário daquela galera que ligou para o pai ir buscar, eu fiquei me perguntando 5 vezes se eu podia pagar o Uber que eu tinha pedido para chegar a tempo. Eu vi ali que eu sinceramente queria ter trabalhado tudo o que eu já trabalhei até agora por pura vontade de crescer - que sempre foi meu motor, claro - e não pelo peso de ter que pagar todas as minhas contas... Eu queria ter tido o meu ensino médio sem dores de cabeça, sem dificuldades por ter estudado a vida toda em escola pública e aí passar para a particular.

Eu sinto que com meus 21 anos nas costas, eu preciso de férias porque desde os meus 14 eu não respiro... que a 7 anos eu trabalho incessantemente para um sonho que as vezes dói só de cogitar em não acontecer. Mas eu juro que eu aprendi a nunca cogitar essa hipótese besta, porque tudo o que eu quis até hoje eu consegui, e eu vou continuar assim.

Eu sinto que esses 2 intercâmbios não feitos me fizeram viver muito mais aventuras, as aventuras do mundo adulto que eu tive e tenho que desbravar dia após dia.

Eu sinto que um dia eu vou ter esse descanso. Eu vou ter essa folga. Eu terei essas minhas tão sonhadas férias, e não serão em Minas, serão no Tibet... sim, naquela vibe do Comer, Rezar e Amar... mas aí eu vou voltar pra cidade porque não consigo ficar muito tempo longe.

E por fim, eu sinto que cada vez que eu ouço que "desejar Oscar é muito idiota" um meteoro cai na cabeça desse alguém, ou melhor, esse alguém não sabe respeitar sonho alheio... e não sabe quantas coisas alguém lutou e luta diariamente para conseguir esse sonho.

Eu fico feliz por todos que fizeram 2 intercâmbios ou mais... ou menos. Eu desejo que cada um tenha o emprego e o futuro que se empenharem em conseguir. Cada um tem o sonho que consegue alcançar, por mais impossível que seja.





Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.