Header Ads

Não leve apenas a obra em consideração

O Bebê de Rosemary (1968) - Roman Polanski
Tal assunto gera inúmeras polêmicas dentro do meio da arte. Tão discutida quanto a fatídica pergunta O QUE É ARTE, dizer que obra e artista estão ligados diretamente é dizer que muitas obras belíssimas são fruto de atitudes medíocres e vergonhosas. E é exatamente essa bandeira que eu estou levantando. Mas, por quê?

O motivo disso se dá pelo fato de que quando afastamos a obra do artista, criamos nela uma aura de única, partida do nada, original no mais literal que a palavra pode ser dita. E isso não é nem perto de ser verdade. Toda e qualquer criação de alguém está diretamente ligada à pensamentos, vivências e referências consciente ou não. 

Muitas pessoas decidem se abster deste assunto porque consideram-no muito pesado e que colocam em cheque muitas coisas que eles gostam. Um exemplo clássico desse impasse é a obra do diretor Woody Allen. Conhecido por seus grandes filmes, o diretor gera muita polêmica - com razão - pelo fato de ter casado-se com a filha adotiva e existir a hipótese dele ter estuprado a filha legítima. Sendo esta segunda história verdade ou não, o casamento com a filha adotiva é um fato e isso já traz muito do caráter dele.

Contudo, o meu ponto é que ainda que você não queira, as obras dele e ele estão diretamente ligado, e eu não estou pedindo para você abandonar todos os filmes, músicas e qualquer coisa que você gosta que foram produzidas através de pessoas ou situações deploráveis, essa é uma atitude que você deve questionar se cabe ou não na sua vida. Mas sim, você é responsável socialmente em assumir a verdade sobre isso. Negar esse tipo de coisa é negligenciar inúmeros sofrimentos que existiram na humanidade e foram calados em prol de um “bem maior”.

Esse pensamento clássico de que o fim justificam os meios já viveu tempo suficiente e precisamos ir contra ele, uma tarefa sem dúvida complexa visto que é a saída mais fácil que podemos ir. Aceitar este pensamento é permitir que tantas outras atitudes desumanas sejam feitas e aplaudidas. O que você fará após assumir essas realidades é um segundo passo, ele está ligado ao seu eu, mas é de suma importância e indispensável o passo principal: assumir o real passado de cada obra de arte.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
NÃO ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO CANAL
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 
delirium, blog delirium, sandman, d3lirium, nerd, cinema, artes, filmes,
shay esterian, cineasta, musica, mise en scene, misancene, panorama,
vertebral, fotolab, audiovisual, o curioso caso de rino, deadline,

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.